WhatsApp: (61) 98170-9598

E-mail: [email protected]

Sabemos que empreender é uma tarefa desafiadora e, que para termos sucesso nesta caminhada, precisamos cultivar boas habilidades para mantermos nosso negócio em uma crescente sempre saudável.

Falando em habilidades, e você, acredita que para ser um bom empreendedor já deve nascer com elas? Ou, faz parte do time que acredita ser algo construído a cada dia com esforço e dedicação? Bom, claro que algumas pessoas possuem essa chama empreendedora dentro de si desde muito novas, entretanto, até mesmo elas precisam treinar habilidades essenciais para desenvolver um negócio de sucesso.

Dentro da área da saúde não seria diferente. Existem muitos profissionais com desejo e predisposição para se tornarem grandes empreendedores e, suas características específicas acabam por beneficiar este profissional.

E você, se identifica com este potencial empreendedor e quer saber mais sobre quais habilidades deve ter e aperfeiçoar para caminhar rumo ao sucesso? Siga conosco!

Tudo começa no planejamento

Falar sobre planejamento não é uma novidade por aqui, não é mesmo?! Mas, não poderíamos iniciar sem tratar de algo tão importante para a construção do seu negócio.

A base de um bom empreendedor é sua capacidade de planejamento e organização, os profissionais com essas características agem com pro atividade, estando preparados para situações adversas. Elas também conseguem progredir em contextos desfavoráveis, como durante uma crise, por exemplo.

Cálculo de riscos

Essa característica, em específico, é utilizada em muitos profissionais da saúde antes mesmo de iniciarem seu empreendimento, dessa forma, já possuem uma certa vantagem na maneira de pensar. Um médico, psicólogo, veterinário ou outros profissionais da área já trabalham diariamente calculando riscos.

Todo empreendimento está sujeito a riscos que vão desde a estrutura física, até questões econômicas. Estes, devem ser mapeados, calculados e planejados para que não haja surpresas desagradáveis no decorrer do caminho e, se houver, sejam minimizados ao máximo.

O cálculo dos riscos permite que sejam desenvolvidas soluções para redução de erros e uma melhor aceitação de todos os desafios que cercam a vida empreendedora de cada negócio, tendo assim, grandes chances para o sucesso.

Preocupação com qualidade e eficiência

Uma mente focada na melhoria contínua do seu negócio é o grande diferencial para um negócio de sucesso. A oferta de produtos e serviços muda, pois não se trata de mais do mesmo e sim de um negócio com visão e valores que prezam pela qualidade de toda a experiência do consumidor. A grande chave para um excelente empreendedor é sua mentalidade. Tudo começa de dentro para fora. Um grande empreendedor está sempre disposto a oferecer o seu melhor.

Por falar em consumidores, para um bom empreendedor eles estarão sempre em primeiro lugar, a gestão da qualidade é seu diferencial, algo que os profissionais da área também estão familiarizados, pois, desde cedo aprenderam a importância de zelar pela qualidade de seus atendimentos.

Por isso, o perfeccionismo equilibrado, a exigência com a equipe e o cuidado com os detalhes são tão comuns entre estes profissionais.

Busca de informações

Outra característica presente na vida destes profissionais é a busca contínua por conhecimento. Estar atualizado é imprescindível para uma boa atuação, dentro da medicina e dos negócios!

É preciso que o empreendedor tenha em si a vontade de aprender cada vez mais, sobre seu negócio e o mercado em que está inserido. E quando abordamos este assunto, estamos falando de todo o processo empresarial.

Processos, clientes, fornecedores, concorrentes, finanças e gestão, estes são alguns exemplos de conhecimentos-base para todo empreendedor de sucesso. Por mais que alguns processos sejam terceirizados e delegados, o conhecimento deles fará com que tudo passe por você de maneira clara e natural.

Comprometimento

Essa é clássica, não é?! Mas, clássicos também são importantes.

O nível de comprometimento do empreendedor está diretamente ligado ao sucesso ou fracasso da empresa. Isso significa que quanto mais comprometido com seu negócio, maiores as chances dele dar certo.

Claro, não há uma fórmula mágica para o sucesso, mas um profissional comprometido é capaz de enfrentar todas as adversidades pelo seu negócio, e isso, muda completamente o jogo.

O empreendedor comprometido, vai estar unido com a empresa em todos os processos, com todos os clientes e pacientes, com os colaboradores e com todo seu mercado. Essa é a grande chave que fará o seu empreendimento chegar cada vez mais longe.

Negociação e networking

Outro ponto importante a ser observado e trabalhado no empreendedor é sua capacidade de negociação e seu networking, ou rede de contatos. Não basta apenas oferecer um produto ou serviço de grande qualidade, é preciso saber vender!

Sua capacidade de negociação engloba técnicas e estratégias para influenciar, motivar e criar laços afetivos para com seu produto ou serviço, além do relacionamento com todos aqueles que podem, e irão, ajudá-lo na caminhada empresarial.

Uma boa rede de contatos é fundamental para o crescimento do seu negócio, principalmente se você está iniciando sua jornada. O famoso marketing “boca-a-boca” segue gerando grandes frutos para todos os tipos de empreendimentos e na saúde não seria diferente. Muitos pacientes vão às consultas e procuram profissionais por indicação, o que, para um bom profissional é uma importante estratégia.

Como desenvolver características empreendedoras na prática?

Dois passos simples e importantes para conseguir conquistar todas as habilidades de um bom empreendedor são estudo e validação. Mas, como assim?

Bom, um conhecimento que não é aplicado é um conhecimento desperdiçado. Quanto mais rápido aplicamos um conhecimento, mais rápido o avaliamos e, saberemos se será eficiente ou não.

Entender esse princípio é mudar nossa mentalidade para uma mente abundante e rápida, que será capaz de se especializar e aplicar melhor, também. Dessa forma, mais rápido uma ideia e uma estrutura são testadas e mais rápidas validada, por consequência, mais rápido se caminha.

A caminhada empreendedora não é fácil, de fato, mas com os esforços certos, todas as portas se abrem para quem deseja entrar no mundo dos negócios. O empreendedor que acredita em si, em seu negócio e na sua missão tem, em suas mãos, todo o potencial necessário para o sucesso!

No ano de 2020, quando iniciado o enfrentamento da pandemia em decorrência do Coronavírus, o Ministério da saúde reconheceu, através da Portaria nº. 639, de 31 de março de 2020, o médico veterinário como profissional da saúde.

Em uma situação pandêmica, esses profissionais se unem ao coletivo e passam a atuar na linha de frente do combate ao vírus.

Um contexto histórico

A pandemia em decorrência ao Covid-19 afirmou a falta de conhecimento por grande parte da nossa sociedade. O conceito adotado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), desenvolvido em 1947, define a saúde como “estado de bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doenças ou enfermidades”.

A partir disso, a saúde de uma população depende de vários fatores além da presença ou ausência de uma doença no paciente. A qualidade de vida da comunidade também dependerá da harmonia com a fauna e a flora do lugar em que vivem.

É, nesse sentido, que o veterinário entra na saúde pública, porque além de cuidar de animais, esses profissionais são capazes de cuidar da população e do meio ambiente que estão inseridos. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), 75% das doenças emergentes se originaram em fauna selvagem, bem como 60% das doenças conhecidas são transmitidas por animais.

O estudo das zoonoses e medidas de saúde pública que se refere a essas doenças transmitidas ao homem é uma das funções do médico-veterinário, que é um profissional de saúde reconhecido pelo Conselho Nacional de Saúde (SNC) desde 1998. Neste contexto, é sempre necessário consolidar as posições adquiridas de médicos veterinários em termos de saúde pública, bem como a conquista de novos espaços, particularmente em equipes de monitoramento epidemiológicas e ecológicas.

Dessa forma, a falta de conhecimento acaba se tornando uma barreira para a atuação desses profissionais e, de forma subjetiva, configurando-se até um pré-conceito por parte da grande massa populacional.

Covid-19, ações de combate que salvam vidas!

Atualmente, a medicina veterinária é uma das áreas de atuação com mais especialidades e abordagens, chegando a 80 atividades, dentre elas, encontra-se a saúde pública.

Pode-se considerar o médico veterinário responsável por atividades que vão desde a fiscalização da indústria, inspeção e monitoramento sanitário, controle zoológico, até ações de controle e imunização. Ademais, podem complementar funções em laboratórios, pesquisa, desenvolvimento e produção de vacinas e medicamentos para uso humano e animal.

Dessa forma, esses profissionais entram como grande reforço na luta contra o coronavírus, na corrida contra o tempo para salvar vidas.

A situação de pandemia em que vivemos, originada em uma interface homem-animal, demonstra a necessidade de uma colaboração e união intersetorial, especialmente em gerenciamento de riscos, prevenção, biossegurança e comunicação.

Na luta contra a covid-19, desde 2020, o médico-veterinário foi incluído pelo Ministério da Saúde entre os profissionais de saúde que poderiam atuar como voluntários da ação “O Brasil Conta Comigo – Profissionais da Saúde”. Segundo o programa, mais de 50% dos profissionais da área se inscreveram para participar de forma ativa no enfrentamento do vírus.

De forma mais abrangente e mais conhecida, hoje, o profissional da área ocupa um papel importante na saúde pública e, por consequência, na vida da população. Um novo olhar que abre portas para uma saúde cada vez mais integrada e humanizada.