WhatsApp: (61) 98170-9598

E-mail: [email protected]

Capital social: O que é? Como definir?

Capital social: O que é? Como definir?

De maneira simples, capital social é todo valor inicial reservado para abrir uma empresa e garantir seu funcionamento até que o negócio comece a gerar lucro. Dessa maneira, ele pode ser contabilizado em forma de dinheiro ou bens.

Este valor inicial é estabelecido pelos sócios de acordo com as necessidades de funcionamento da empresa. Em outras palavras, o capital social deve ser determinado com base na estimativa dos valores para sua abertura e funcionamento até que a empresa comece a gerar lucro e se pagar.

Qual sua importância?

O capital social é o poder financeiro de uma empresa. Por isso, é fundamental, para o funcionamento do negócio, um bom planejamento estratégico que irá auxiliar na definição, elaboração, análise e acompanhamento de investimentos e resultados.

Dessa forma, podemos elencar três passos importantes para a construção de uma estratégia eficaz:

  • Planejamento: Antes de investir qualquer valor, é preciso saber exatamente para onde se quer ir e quais metas alcançar. A partir disso, é fundamental elaborar um plano de negócio que contenha tudo aquilo que será investido, quais os principais gastos, ações, serviços e competências. O plano estratégico é o que irá guiar a empresa em toda sua vida útil;
  • Análise: Realizar uma análise de quais são os gastos e investimentos essenciais trará um olhar mais centrado ao seu negócio, evitando gastos indesejados ou até mesmo fúteis. Lembre-se que o capital social é a engrenagem que manterá a empresa funcionando até os lucros, é preciso focar no fundamental;
  • Ação: Sabemos que muitas vezes nosso desejo é investir a maior quantidade possível e trazer mais conforto e segurança ao nosso negócio, mas, lembre-se que tudo faz parte de um processo. Comece com um valor essencial para os custos iniciais, dentro do planejamento. O importante é dar o primeiro passo!

Então, como definir o capital social da minha empresa?

Então, como definir o capital social da minha empresa?

Falamos há pouco tempo da importância da escolha do tipo societário para a empresa e como, a partir dali, é necessário começar a trabalhar. Assim, a definição do capital social do seu negócio estará diretamente ligada ao tipo de empresa que você está gerindo. Abaixo, alguns dos principais exemplos:

Microempresário individual (MEI)

Como o nome já nos indica, o MEI é uma sociedade individual e não conta com um valor máximo ou mínimo de capital social inicial. Nesse caso específico, a obrigação legal se concentra apenas no registro do quanto foi gasto para o início das atividades formais.

Nessa categoria, o empresário tem um limite de faturamento de R$ 81.000,00 ao ano. Dessa forma, se o lucro da empresa se encaixa dentro desses valores e a atividade permitida se enquadrar também, você pode entrar nesta categoria de empreendimentos. Muitos negócios optam por esse modelo no início de suas atividades pela facilidade de trabalho. Vale ressaltar que com a legislação atual médicos não podem estar enquadrados dentro do MEI.

Empresário Individual

Assim como o MEI, nesta categoria o empresário pode iniciar suas atividades com qualquer valor. Apesar de ser semelhante e também não possuir sócios, estas sociedades se diferem por diversos fatores, como por exemplo a não limitação da quantidade de funcionários, os limites de faturamento e até mesmo atividades permitidas.

Neste caso, pode-se optar por um investimento mínimo, colocado no valor de, pelo menos, R$ 1.000,00 (mil reais), valor este que é necessário para os custos iniciais, como taxas e uma consultoria contábil, por exemplo, que será essencial neste processo. Vale ressaltar que, ao contrário das sociedades limitadas, nas sociedades individuais o sócio responde integralmente pelos débitos da empresa, portanto este deve ser outro fator importante a ser considerado na hora de definir o tipo societário e, consequentemente, o seu capital social.

Sociedade Limitada

A portadora da famosa sigla LTDA são empresas formadas, obrigatoriamente, por dois sócios ou mais. O capital social deste tipo de empresa não possui obrigatoriedade de valor mínimo e é definido de acordo com o investimento de cada sócio. Como dito anteriormente, a quantia poderá ser tanto em moeda corrente quanto em ativos (bens móveis e imóveis).

Nesse tipo societário os sócios respondem pelos débitos da empresa até o limite do seu capital social, ou seja, se a empresa tem um capital de R$ 10.000,00 (dez mil reais) os sócios responderão por esse valor sobre os débitos que venham a ser apurados pela sociedade.

Sociedade Limitada Unipessoal

Como falamos em nosso último artigo*, a sociedade limitada unipessoal, sancionada em 2019, se tornou uma ótima opção para os novos empresários, principalmente aos profissionais da área da saúde.

Nesta modalidade também não é exigido valor de capital mínimo, conta-se apenas com o investimento inicial necessário, dessa forma há uma maior facilidade de investimento para abertura de uma empresa. É importante lembrar que esse modelo é vantajoso por diversos outros motivos, dentre eles a proteção patrimonial por se tratar de uma sociedade limitada, onde o sócio responde apenas até o limite do capital social – conforme explicado anteriormente.

Lembre-se!

Toda empresa possui obrigatoriedade da definição de um valor para capital social e é necessário deixar esse valor explícito e registrado em um contrato social. Neste documento precisam constar todos os detalhes do funcionamento da empresa, como direitos e deveres de cada sócio, condições, pró-labore e todas as obrigações das partes interessadas.

Capital social: Uma questão de estratégia!

O capital social é fundamental para o funcionamento da empresa, sua importância vai além dos momentos iniciais do negócio e seu lucro declarado tem impacto direto na concessão de créditos bancários, mudança de sócios e ações futuras da empresa, como a sucessão de um sócio, por exemplo.

Independentemente de seu modelo de empresa e porte, sabemos que são muitos detalhes burocráticos que são necessários para o bom funcionamento do seu negócio. Por isso, contar com a ajuda de profissionais qualificados torna o processo mais fácil, tranquilo e seguro.

Um funcionamento eficaz se inicia com um bom planejamento e isso requer uma atenção especial e um olhar atento aos desafios e oportunidades!

Para todas as fases da sua empresa e para todos os passos desse processo, a Broker Consultoria Contábil possui as melhores soluções. Contamos com um time especializado para auxiliar no crescimento do seu negócio. Entre em contato!

Leia também: Como definir o melhor tipo societário para empresas da área da saúde?